ST 11 - Questões étnico-raciais e Patrimônio Cultural
 
Manuela Areias Costa (UEMS)

Nos últimos anos, tem havido grande esforço de pesquisadores na área das Ciências Humanas no sentido de produzir reflexões que estabelecem a relação entre questões étnico-raciais e patrimônio cultural. A recente valorização do patrimônio cultural indígena e afro-brasileiro tem proporcionado maior visibilidade às suas práticas culturais, as quais vem recebendo novos olhares e ganhando novas dimensões políticas. Assim, essa recente agenda patrimonial, pautada em legislações, articula-se ao reconhecimento da memória e das expressões culturais protagonizadas por grupos antes silenciados. Tais ações, assumem o sentido de direito à reparação em razão de apagamentos e esquecimentos a que foram submetidas suas histórias e manifestações culturais ao longo dos séculos. Dessa maneira, as novas formas de se conceber a condição de patrimônio cultural nacional tem permitido que revejam as imagens atribuídas aos diferentes grupos sociais, os quais passaram a decidir sobre o que querem salvaguardar por meio da manutenção de objetos, festas, músicas, danças, tradição oral, saberes, fazeres, ofícios e lugares de memória. Este simpósio temático visa reunir estudos que estabelecem relação com o patrimônio cultural dos diferentes povos formadores da sociedade brasileira, especialmente os indígenas e afrodescendentes. Serão bem-vindas reflexões sobre caminhos de atuação para a valorização e o fortalecimento da diversidade étnica e cultural, em prol do patrimônio cultural contra-hegemônico. Agrega-se a essas questões, discussões relacionadas a ações para políticas públicas e, sobretudo, a salvaguarda de práticas culturais, que se manifestam em objetos e artefatos, saberes, ofícios e modos de fazer, celebrações, formas de expressão e nos lugares, nos quais diferentes grupos sociais reconhecem como parte integrante de sua cultura.

CRONOGRAMA DE APRESENTAÇÕES DE TRABALHO

​​

  • Dia 05/10 (Terça-feira)

14h-18h

A Gestão de Oswaldo Teixeira e a representação do negro na criação do acervo  do MNBA

Renata Limeira Rodrigues

Propriedade intelectual, diversidade biocultural e conhecimento tradicional associado ao patrimônio genético: controvérsias a partir do caso da Baunilha do Cerrado 

Igor Alexander Nascimento de Souza